sexta-feira, 10 de julho de 2015

Taxistas protestam com chapéus de sol para reclamarem mais condições



Dezoito taxistas da praça de Vila Franca de Xira participaram, esta sexta-feira, num protesto que visou reclamar mais atenção das autarquias locais e a (re) instalação de telheiros que protejam os profissionais e os clientes do calor e da chuva. Na iniciativa todos os táxis se apresentaram com um chapéu de sol, com o objectivo de denunciar as condições “desumanas” em que chegam a permanecer mais de 1 hora à torreira do sol à espera de clientes. A Câmara de Vila Franca de Xira disse, por seu turno, ao Voz Ribatejana, que tem a “intenção” de colocar uma cobertura na zona em frente da estação ferroviária da cidade e que está a fazer uma consulta a empresas especializadas para esse fim.
O problema é que os taxistas vêem-se confrontados com temperaturas superiores a 35 graus que, dentro dos carros, chegam a ultrapassar os 40. Refugiam-se, por vezes, na sombra do vizinho monumento ao toureiro ou dentro do edifício da estação, mas não entendem por que é que a Câmara ainda não tomou medidas, temendo que o problema se arraste durante todo o Verão.

Durante mais de uma década existiu ali um telheiro de madeira, que foi retirado há perto de 2 meses. As autarquias locais reorganizaram um espaço situado entre a linha-férrea e o edifício da Igreja Maná, deslocando para ali a base de paragem dos táxis e as paragens de várias carreiras de autocarros. Nessa altura, a Câmara acedeu ao pedido dos taxistas para que seja permitida a permanência (em circulação contínua) de três ou quatro táxis em frente do edifício da estação, de modo a dar visibilidade ao seu serviço. Mas, para que os autocarros consigam dar a volta para entrarem no trajecto de saída, foi preciso tirar o telheiro, que nunca foi substituído.

Saiba mais nas edições de 8 e de 22 de Julho do Voz Ribatejana

terça-feira, 19 de maio de 2015

Incêndio na Feira da Ascensão fez um ferido grave




Um homem que dava apoio voluntário ao espaço da Sociedade Filarmónica Olhalvense sofreu ferimentos com alguma gravidade, na sequência de um incêndio que deflagrou, na tarde de domingo, no interior de uma das naves do Fórum Romeira, onde decorria a Feira de Ascensão de Alenquer. De acordo com Rui Costa, vice-presidente da Câmara de Alenquer, a vítima sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus e encontra-se hospitalizada. O edil manifestou a solidariedade e a preocupação da autarquia e propôs um voto de solidariedade para com a SFO, aprovado pela Câmara.
Eurico Borlido, vereador do PSD que se encontrava na mesma nave quando deflagrou o incêndio, explicou que a presença no local de elementos dos bombeiros foi importante porque "intervieram rapidamente" combatendo a origem das chamas. "Foi tudo muito rápido e muito localizado", acrescentou, frisando que a vítima sofreu queimaduras sobretudo nas mãos e no pescoço.

Saiba mais na edição de 27 de Maio do Voz Ribatejana

   

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Jovem recortador colhido nas largadas de Samora Correia




Um jovem recortador foi, ontem ao fim da tarde, colhido com gravidade no decorrer de mais uma largada de toiros integrada na Semana Taurina de Samora Correia. O jovem escorregou quando passava em  frente do segundo touro da tarde e foi colhido com muita violência. Outros participantes ainda tentaram desviar a atenção do toiro, mas o jovem sofreu vários traumatismos e uma perfuração na nádega. O toiro estava em pontas,  o que agrava as lesões. O ferido foi estabilizado no local pelos Bombeiros de Samora Correia e transportado para o Hospital de Vila Franca de Xira.
A X Semana Taurina de Samora Correia prossegue até domingo, com largadas diárias ao fim da tarde. A organização estima que, desde dia 30, já tenham passado pela Semana Taurina mais de 7500 aficionados.

Saiba mais na edição de 13 de Maio do Voz Ribatejana

domingo, 3 de maio de 2015

Samora Correia retomou largadas de toiros depois de acidente com 7 feridos





Sete pessoas sofreram ferimentos no decorrer da largada de toiros e vacas realizada, na tarde de dia 1, em Samora Correia. O socorro às vítimas obrigou a suspender o evento, que juntava alguns milhares de espectadores no Largo do Calvário, no centro da cidade ribatejana. Cerca das 19h00, uma das vacas conseguiu saltar para uma zona onde estariam cerca de 1000 espectadores, ultrapassando as barreiras de madeira (tronqueiras) que rodeiam o recinto, gerando o pânico entre a assistência. Seis das sete vítimas do caso sofreram ferimentos ligeiros e um homem de 35 anos, que sofreu uma perfuração numa perna, é o caso mais grave, mas não corre perigo de vida.
Os Bombeiros de Samora Correia, que têm normalmente, uma dezena de socorristas de prevenção para acompanhar as largadas, transportaram quatro dos feridos ao Hospital de Vila Franca de Xira e assistiram os restantes três no local, com ferimentos ligeiros que não requeriam assistência hospitalar. Três dos feridos hospitalizados (todos mulheres) já tiveram alta e apenas o ferido mais grave permanece internado. Testemunhas no local referem que foi colhido pelo animal quando tentava proteger os filhos.
Samora Correia vive, de 30 de Abril até 10 de Maio, a sua X Semana Taurina, que nos primeiros dias coincide também com a feira anual da cidade. O programa, organizado pela Junta de Freguesia, engloba múltiplas actividades culturais e gastronómicas e 13 largadas de toiros e vacas, que atraem diariamente milhares de espectadores. A Junta de Freguesia tem um seguro que cobre danos sofridos no exterior do recinto onde são largados os toiros e as vacas.

Depois da suspensão na tarde de dia 1, o programa de largadas retomou o seu curso normal na tarde de sábado.

Saiba mais na edição de 13 de Maio do Voz Ribatejana 

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Suspeito de matar homem na Póvoa detido pela PJ

A Polícia Judiciária anunciou, hoje, a detenção de um indivíduo de 45 anos "indiciado pela prática de um crime de homicídio consumado". O suspeito deverá ser amanhã presente a tribunal para primeiro interrogatório.
Segundo a PJ, os factos deram-se na passada segunda-feira, na residência do indivíduo agora detido, na cidade da Póvoa de Santa Iria. A vítima, um homem com 60 anos de idade que viveria na mesma casa, terá sido "agredida, de forma muito violenta", vindo a falecer "em consequência das agressões que sofreu". Relatos de algumas testemunhas referem que terá sido, também, asfixiado com um saco de plástico. Certo é que os Bombeiros da Póvoa, chamados ao local, ainda tentaram socorrê-lo, mas o homem acabou por falecer. Na origem do sucedido terá estado uma discussão entre três indivíduos, imigrantes, que residiam na mesma casa.

Saiba mais na edição de 29 e Abril do Voz Ribatejana


quarta-feira, 1 de abril de 2015

Mulher suspeita de matar idoso detida em Samora Correia



Uma mulher de 46 anos foi, ontem, detida pela Polícia Judiciária porque "está fortemente indiciada" de ter sido a responsável pelo homicídio de um idoso de 68 anos, ocorrido em Fevereiro na cidade de Samora Correia. De acordo com a PJ, o crime deu-se na residência da vítima, no dia 20 de Fevereiro. "A investigação, com intervenção da polícia científica, apurou que a presumível autora será uma conhecida da vítima, tendo as agressões mortais ocorrido na sequência de uma altercação mantida entre ambos", refere um comunicado da Polícia Judiciária distribuído hoje, acrescentando que após o cometimento do alegado acto, "a autora pôs-se em fuga, roubando alguns objectos e uma pequena quantia em dinheiro".
A detida vai ser presente esta quarta-feira a tribunal para primeiro interrogatório e definição das medidas de coacção a aplicar.

Saiba mais na edição de 15 de Abril do Voz Ribatejana

quinta-feira, 12 de março de 2015

Acidente com seis viaturas cortou ponte de Vila Franca e fez um ferido ligeiro



Um aparatoso acidente, que envolveu seis viaturas, cortou, esta tarde, o trânsito na Ponte Marechal Carmona de Vila Franca de Xira durante cerca de 3 horas. A circulação regressou à normalidade já perto das 16h00, depois da remoção dos quatro veículos ligeiros e dos dois pesados envolvidos.
O sinistro causou ferimentos ligeiros no condutor de um dos automóveis, um idoso de 78 anos. Segundo Paulo Carolino, 2º. Comandante dos Bombeiros de Vila Franca, o homem sofreu várias escoriações, mas não apresentava sinais de fracturas. Foi observado no local por uma médica da Viatura de Emergência e transportado, posteriormente, ao Hospital. Os ocupantes das restantes viaturas, entre os quais um casal de nacionalidade britânica, não sofreram danos pessoais.
O acidente deu-se escassos minutos antes das 13h00, a meio do tabuleiro da ponte (parte mais elevada). O socorro e desencarceramento da vítima e a remoção das viaturas obrigaram ao corte total da circulação na ponte e nos seus acessos. A operação envolveu mais de duas dezenas de efectivos dos Bombeiros e da PSP de Vila Franca de Xira.


Saiba mais na edição de 18 de Março do Voz Ribatejana